Cá em Casa logo
Outros

Como escolher fonte de alimentação para fitas de LED

Saiba como escolher a fonte de alimentação ideal para o seu projeto de iluminação com fitas de LED.

07 janeiro 2023
Vários modelos de fonte de alimentação para fitas de LED

As fitas de LED são muito versáteis e um projeto criativo pode transformar um ambiente sem graça em um espaço relaxante, alegre e aconchegante. Entretanto, para dar vida ao projeto e fornecer energia a todas as fitas de LED, a fonte de alimentação é um elemento indispensável e precisa ser adequada ao projeto.

Se você ainda não escolheu a sua fita de LED, leia nosso post sobre como escolher a fita de LED ideal para o seu projeto.

Muitos ainda têm dúvidas sobre como fazer essa conta. SPOILER: você não precisa ser um técnico em eletrônica para escolher a fonte de alimentação do seu projeto com fitas de LED.

Quais fatores influenciam na escolha da fonte?

Para determinar uma fonte de alimentação para o seu projeto com fitas de LED, é necessário determinar dois fatores: a tensão das fitas (medida em Volts ou V) e a potência total das fitas (medida em Watts ou W) que serão conectadas a essa fonte. Uma fonte pode alimentar uma ou várias fitas, de acordo com o projeto.

Como calcular a tensão (voltagem) da fonte de alimentação?

A tensão (também chamada de voltagem) da fonte precisa ter exatamente a mesma tensão das fitas de LED. Consulte a informação de acordo com o modelo de fita escolhido. As mais comuns são 12V e 24V. Não é possível usar fitas com tensões (voltagens) diferentes em uma mesma fonte.

Como calcular a potência da fonte de alimentação?

Para determinar a potência da fonte, é necessário saber a potência total de todas as fitas de LED que serão conectadas à essa fonte. Por exemplo: se o projeto vai conectar 3 fitas com potência de 30W cada, a potência total do conjunto será de 3 x 30 = 90 Watts.

Algumas fitas de LED são vendidas ao metro. Neste caso, a potência é informada na unidade de Watts por metro ou W/m. Por exemplo: se uma fita tem potência de 3W/m e o projeto vai usar 15 metros de fita, a potência total do conjunto será de 15 x 3 = 45 Watts.

A potência da fonte precisa ser no mínimo igual à potência total das fitas. O ideal é que a potência da fonte seja um pouco superior à das fitas, de modo a fonte não precise trabalhar em seu limite para atender a demanda de energia. Isso vai fazer com que a fonte gere menos calor, aumentando a sua vida útil.

Exemplo de cálculo de fonte para um projeto

Vamos especificar uma fonte para o exemplo a seguir:

Item A: 3 fitas de 12V com potência de 25W cada uma

Item B: 10 metros de fita de 12V com potência de 3 Watts/metro

A tensão é fácil. Precisa ser a mesma tensão das fitas, ou seja, já sabemos que a fonte precisa ser de 12 Volts.

Agora vamos calcular as potências. A potência total do item A é de 3 x 25 = 75W. A potência do item B é de 10 x 3 = 30W. Desta forma, precisamos de uma fonte que tenha no mínimo uma potência de 75 + 30 = 105W.

Para que a fonte possa trabalhar com mais segurança, o ideal nesta situação seria comprar uma fonte de 12V com 120W, como por exemplo a fonte a seguir:

Exemplo de fonte de alimentação com 12V, 10A e 120W
Exemplo de fonte de alimentação com 12V, 10A e 120W

O que acontece se for utilizada uma fonte com tensão diferente das fitas?

Cada fita de LED é feita para trabalhar em uma tensão específica. Uma fita de 12V deve sempre ser ligada a uma fonte de 12V. Uma fita de 24V deve ser sempre ligada a uma fonte de 24V. Caso a fonte seja de tensão menor (por exemplo uma fonte de 12V conectada a fitas de 18V), as fitas não irão acender. Caso a fonte seja de tensão maior que a das fitas (por exemplo uma fonte de 24V conectada a fitas de 18V), certamente as fitas de LED irão queimar imediatamente ou após alguns segundos.

O que acontece se for utilizada uma fonte com menor potência (W) do que o necessário?

Isso nunca deve ser feito! Ao ligar uma fonte com potência insuficiente a um circuito de iluminação, a fonte e as fitas de LED vão queimar imediatamente ou após alguns segundos de funcionamento. Na melhor das hipóteses, nada vai acontecer. A fonte vai “perceber” que o circuito está a exigir uma potência maior do que a que ela pode fornecer e vai desligar-se automaticamente para tentar se proteger.

O que acontece se for utilizada uma fonte com maior potência (W) do que o necessário?

Vai funcionar perfeitamente. A potência de uma fonte deve ser interpretada sempre como “a potência máxima que ela é capaz de fornecer”. Portanto, potências inferiores à máxima não são um problema. A fonte adapta-se automaticamente ao nível de potência exigido pelo circuito e será perfeitamente capaz de alimentar as fitas de LED. A única desvantagem é que fontes com maiores potências são mais caras, então pode ser que você esteja a gastar dinheiro à toa. O ideal é comprar uma fonte que atenda a necessidade do seu projeto, sem muitos excessos. Entretanto, se alguém já tem uma fonte com maior potência em casa e quer usar num projeto, pode fazê-lo sem nenhum problema.

Por que algumas fontes são anunciadas apenas com a tensão (V) e a corrente elétrica (A)? Como saber a potência dessas fontes?

Algumas fontes são anunciadas apenas com os valores de tensão (medido em Volts ou V) e de corrente elétrica (ou amperagem, medida em Ampères ou A) e não exibem o valor de potência (em W). Isso acontece porque essas 3 grandezas estão relacionadas entre si, e a definição de duas delas, consequentemente definem o valor da terceira. Veja a equação a seguir. Para saber a potência em W, basta multiplicar os valores de tensão (V) e corrente.

Fórmula para cálculo da potência de uma fonte de alimentação. Potência igual a tensão em Volts multiplicada pela corrente em Ampéres.
Fórmula para cálculo da potência de uma fonte de alimentação.

A seguir, temos o exemplo de uma fonte anunciada sem o valor da potência em (W):

Exemplo do anúncio de uma fonte sem a potência em (W).
Exemplo do anúncio de uma fonte sem a potência em (W).

No caso do anúncio acima, a potência da fonte é de 12V x 2A = 24W. O valor de 100 – 240V referem-se à entrada de energia da fonte, ou seja, qual a tensão da tomada (ficha) em que ela deve ser conectada. O valor de 100 – 240V significa que essa é uma fonte bivolt, e pode ser utilizada nas tensões de 110V ou 220V.

O mesmo raciocínio vale para a sua fita de LED. Se ela estiver anunciada como “Fita LED de 18V de 5A", significa que a potência total dessa fita é de 18V x 5A = 90W. Entretanto, é muito mais comum que as fitas sejam anunciadas com os valores informados de tensão (V) e potência (W).

Atenção à tensão de entrada da fonte de alimentação

Para além de determinar a tensão e a potência de saída da fonte (a saída da fonte é a parte que será conectada às fitas de LED), lembre-se que a entrada da fonte será conectada à tomada (ficha) da sua casa. Logo, a entrada de energia da fonte precisa ser a mesma da sua casa, que em Portugal é de 220 Volts, por padrão. Muitas fontes são bivolts e podem ser conectadas em 110 ou 220 Volts sem problemas, mas é sempre bom conferir qual a tensão de entrada da fonte antes de comprar.

Acha que nosso post pode ajudar mais alguém? Partilhe!
O link foi copiado
Você também pode gostar
Os 5 acessórios de limpeza que você precisa em 2023
LIMPEZA E ARRUMAÇÃO
Os 5 acessórios de limpeza que você precisa em 2023
Melhores acessórios e gadgets de limpeza




As listas de melhores produtos do Cá em casa são sempre compostas por produtos com excelente avaliação dos consumidores e de fabricantes reconhecidos pelo mercado. Todos os produtos contidos nas listas são excelentes opções de compra. A ordem da lista serve apenas para organizar melhor o conteúdo. As nossas listas servem para facilitar o processo de escolha dos produtos para os nossos leitores. Se um produto não aparece em nossas listas, não quer dizer que não seja uma boa opção.
Mais lidos
1
Os 6 melhores aspiradores verticais de 2023
Cá em Casa
Quem somosContactoPolítica de privacidade

O conteúdo presente neste website tem fim informativo e não substitui o aconselhamento dos respectivos profissionais de cada área. Alguns links de produtos do Cá em casa são links de afiliados da Amazon. Isso significa que se você realizar uma compra, nós receberemos uma pequena comissão. Nós só indicamos o que de fato recomendamos. As comissões que recebemos nos ajudam a manter o site e melhorá-lo.